Um olhar sobre o mundo Português

Esta edição é sobre arriscar e os meus convidados tem a audácia de viver as suas vida sob as suas regras. Venha conhece-los. 

  

h facebook h twitter h pinterest

A cidade do domo

Escrito por  yvette vieira ft nazaré freitas

 

Utrecht é quarta maior cidade dos países baixos e onde esta localizada uma das mais prestigiadas universidades nacionais.

Posso dizer que Utrecht se trata de uma visita obrigatória não só pela sua beleza arquitectónica, como também pela sua história académica...e religiosa. É verdade a ciência e a fé estão de mãos dadas nesta urbe desde sempre. Utrecht tem uma localização geográfica estratégica, não só porque fica localizada no centro da Holanda, como esta próxima do rio Reno e por esse motivo já foi em tempos a capital do antigo reino. É também uma das cidades que pertencem ao chamado cinturão religioso já que congregam todo o tipo de religiões nesta zona e não pense que são apenas igrejas protestantes, é preciso não esquecer que Utrecht em tempos pertenceu ao sacro império romano, inclusivamente irão deparar-se com o antigo paço do bispo onde esta situada a estátua do primeiro papa não-italiano, Adriano VI. É verdade, houve um holandês de Ultrecht no Vaticano, mas não foi dos pontífices mais populares da história da igreja católica não só pela sua nacionalidade, como também pelas suas origens humildes, o seu papado foi curto, cerca de um ano e subsiste a lenda que foi envenenado. E aqui o passado religioso mistura-se com o avanço do conhecimento, porque mesmo ao lado estão algumas das antigas instalações da universidade que foi fundada em 1636.

No centro da urbe, esta a famosa torre do Domo, com 112 metros de altura, que faz parte da catedral com o mesmo nome e irá verificar que a torre esta separada da igreja principal, devido a uma catástrofe natural que abateu parte da edificação. Se estiver à altura do desafio pode subir as suas 465 escadas onde terá uma visão ampla desta cidade holandesa a partir da qual foi sendo construida a famosa universidade.

O Museu e Observatório de Sonnenborgh é uma passagem obrigatória para quem gosta de astronomia, esta localizado em Smeetoren, umas das maiores e mais antigas fortificações de Utrecht. Trata-se do primeiro observatório da Universidade de Utrecht que foi estabelecido em 1642, numa altura em esta zona era bem mais distante do centro da cidade e a visibilidade era excelente. Com o passar do tempo foi sendo abandonado e tornou-se quase obsoleto, contudo, pode-se visitar as instalações, onde irão encontrar cinco grandes telescópios, sendo que o mais antigo tem mais de 150 anos.

 

Ao longos dos canais que trespassam Utrecht existem ruas cheias de bares e lojas interessantes frequentadas por milhares de jovens estudantes, mas o passado tenebroso da II Grande Guerra Mundial de certa forma também sobrevive nesta cidade. Ainda de pé esta à antiga sede da Gestapo e mesmo ao lado esta um famoso portão pelos piores motivos, por ele entraram milhares de prisioneiros para serem interrogados, torturados e muitos simplesmente desapareceram. No final da guerra os cidadãos ainda consideraram a hipótese de deitar abaixo a edificação, porque era uma lembrança muito dolorosa do horror, contudo hoje em dia é uma café e o portão que conduzia a uma cave à prova de som é uma discoteca. Estranho, certo?

Na periféria da cidade fica a nova cidade universitária, onde está o hospital de Utrecht e mesmo ao lado um dos centro pediátricos oncológicos mais avançados da Europa. Nesta extensa área estão localizadas as várias faculdades, edifícios-dormitórios para os alunos, campos de jogos e uma piscina coberta. A universidade de Utrecht não é apenas o passado, mas esta virada para o futuro e a investigação é uma grande parte dessa promessa por um admirável mundo novo.

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

FaLang translation system by Faboba

Eventos

loading...