A Look at the Portuguese World

ptenfrdees

 

h facebook h twitter h pinterest

UNREDD+ ajuda a salvar planeta do aquecimento global

Written by  yvette vieira , Oliver Griffiths fts Filip C. Agoo

 

Há uma solução para a mudança climática diretamente do Congo, em África, através de um projecto ambiental da Organização das Nações Unidas (ONU), de acordo com um ex-diplomata dos EUA e funcionário do Corporação Financeira Internacional (CFI), Oliver Griffiths.

O programa Reduzir Emissões da Deflorestação e Degradação florestal (REED+) foi estabelecido pelas Nações Unidas, em 2005, para incentivar os países em desenvolvimento a reduzir as emissões do desmatamento e degradação florestal, conservar os estoques de carbono florestal, administrar florestas de forma sustentável e aumentar os estoques de carbono florestal.
Este projecto global, está sendo usado com sucesso em dezenas de projetos de conservação de florestas tropicais em todo o mundo, uma vez que provou ser replicável, escalonável e consegue angariar fundos substanciais de empresas que compram créditos de carbono, as chamadas Reduções Verificadas de Emissões (VERs), para cumprir as suas metas inevitáveis de redução de emissões.

Cada UNREDD+ depende de uma contabilidade de carbono detalhada e baseada na ciência sob o padrão de carbono verificado internacionalmente reconhecido e da adesão por meio de Consentimento Livre, Prévio e Informado (CLPI) das comunidades locais.

Investigando o impacto dos projetos apoiados pela ONU, Oliver Griffiths defende que ao ouvir as pessoas na linha de frente da crise climática, encontrou “uma perspetiva atraente sobre uma solução escalonável para a mudança climática”.
O funcionário do CFI foi especificamente visitar nove das aldeias mais remotas dentro de um dos Projetos de REDD + Mai Ndombe, na República Democrática do Congo (RDC), falando diretamente com membros da comunidade, líderes comunitários, sociedade civil e funcionários do governo regional e nacional, o americano testemunhou em primeira mão uma solução de mudança climática baseada na ciência que funciona para a atualidade.

Então como funciona tudo isto na prática?

“O projeto da subsidiária da Wildlife Works ERA Congo em Mai Ndombe cobre cerca de 300.000 hectares e abriga cerca de 180.000 pessoas. Desde 2011, atraiu recursos substanciais do setor privado por meio da venda de créditos de carbono, que os usa para interromper ou redirecionar as atividades que impulsionam a perda de florestas e biodiversidade, atingindo cerca de 50.000 pessoas até agora. Os resultados são encorajadores. O desmatamento na área diminuiu, evitando mais de 13 milhões de toneladas de emissões de CO2, e muitas dessas áreas que sofreram de deflorestação foram replantadas. O trabalho é abrangente e frequentemente auditado. Para medir o progresso, 12 especialistas em silvicultura acampam na floresta, monitorando 400 parcelas de amostra e medindo árvores para calcular quanto carbono elas armazenam com base em sua biomassa. Isso é então extrapolado para toda a área do projeto”.
“As comunidades locais recebem 25% dos rendimentos, enquanto o governo arrecada impostos de $ 0,50 por hectare por ano ou $ 132.600 por ano, independentemente do nível de vendas de crédito de carbono, que divide com os governos locais. Depois disso, a Wildlife Works cobre todos os custos operacionais do projeto e então divide os benefícios restantes com os governos nacional e provincial. Em 2021, pela primeira vez, o projeto será lucrativo, graças ao crescimento da procura corporativa por créditos de carbono”.
Comentando sobre a importância desta iniciativa, o Dr. Jean-Robert Bwangoy Bankanza Bolambee, Diretor da Wildlife Works RDC, refere, "A RDC é o maior país da África Subsaariana e tem recursos naturais excecionais. No entanto, termina regularmente perto do no índice de desenvolvimento humano global da ONU, e dois terços dos congoleses vivem na pobreza. Há uma tremenda pressão para explorar os recursos naturais, pelos pobres que dependem deles para sobreviver, pelo governo em busca de receitas fiscais e pela alimentação de empresas internacionais suas cadeias de suprimentos. "

Em conclusão, Oliver Griffiths sublinha que, “Há pouco debate sobre se as florestas tropicais devem ser protegidas ou não. O desmatamento e degradação florestal são algumas das principais causas do aquecimento global, responsáveis por cerca de 15% das emissões de gases de efeito estufa. Na COP 26, mais de 140 líderes mundiais prometeram acabar com o desmatamento até 2030, prometendo mais de US $ 19 bilhões para isso. No entanto, não está claro como os fundos serão usados ou como os países alcançarão a meta. Felizmente, UNREDD + é um modelo comprovado que pode fazer isso acontecer”. A sua tese baseia-se assim, na noção de que os recursos dos quais dependem aqueles que vivem na floresta são encontrados nessas mesmas florestas e, portanto, as soluções também devem ser achadas lá. Devem ser práticas, escalonáveis e fáceis de implementar, e só terão sucesso se puderem proteger as florestas ao mesmo tempo em que atendem às necessidades econômicas de quem pode derrubá-las.

Mike Korchinsky, fundador do projeto no Congo visitado por Griffiths finaliza dizendo,” Este importante relato destaca que não é prático esperar que o mundo se torne iluminado o suficiente para deixar as florestas em paz. UNREDD + dá um valor prático às florestas em pé para dar às comunidades uma alternativa econômica ao desmatamento. "

 

Sobre a Wildlife Works

A Wildlife Works é a empresa líder mundial em desenvolvimento e gestão de programas de REDD + com uma abordagem eficaz para a aplicação de soluções inovadoras baseadas no mercado para a conservação da biodiversidade. Ao longo de seus 24 anos de história, a Wildlife Works estabeleceu um modelo de sucesso que usa o mercado emergente para compensações de carbono REDD + para proteger florestas, vida selvagem e comunidades ameaçadas.

Sobre Everland

Everland representa o maior portfólio mundial de projetos de conservação florestal de alto impacto (REDD +) que protegem a vida selvagem e aumentam o bem-estar das comunidades florestais. A empresa reúne comunidades florestais e corporações em uma causa comum para proteger algumas das florestas mais importantes e vulneráveis do mundo.

Sobre UNREDD+
https://www.reddimpact.com/

 

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

 

 

 

 

Eventos