A Look at the Portuguese World

ptenfrdees

 

h facebook h twitter h pinterest

2º Festival gastronomia a bordo

Written by  Miguel Araújo fts direitos reservados

A 2ª edição do Festival Gastronomia de Bordo volta a realizar-se entre os dias 8 a 17 Novembro 2019 e Murtosa de 27 Novembro a 1 Dezembro 2019 com a curadoria da chef. Patrícia Borges, especialista em pescado nacional. O evento projeta para os dias de hoje a gastronomia, com os sabores e costumes, tradicionalmente produzida a bordo das embarcações.

O mar e a atividade da pesca ligam estes três municípios e o Gastronomia de Bordo recupera as memórias ligadas à pesca e resgata as receitas e as técnicas de confeção tradicional. O festival, além de promover as gastronomias locais, olha também para a sustentabilidade promovendo a pesca sustentável e o consumo local.

O convite é para um périplo por Peniche, Ílhavo e Murtosa onde se pode conhecer, descobrir e experimentar diferentes pratos de peixe de pesca costeira, longínqua e lagunar, especifica de cada município. Há uma série de restaurantes aderentes onde se pode provar estas iguarias e um programa paralelo que contempla visitas às lotas, embarcações, museus, etc.

De 8 a 17 de Novembro, Ílhavo presenteia-nos com uma homenagem à cozinha tradicional portuguesa, e bacalhoeira, tendo como “porto seguro” diversos restaurantes do Município, num modelo contemporâneo e inovador, suportado nos sabores e nas tradições a bordo dos bacalhoeiros. Será também possível “mergulhar” no património gastronómico nacional, através de visitas a estaleiros, museus, fábricas, lotas, navios e também a outros equipamentos de transformação e preparação alimentar.

A viagem de circum-navegação gastronómica termina em Murtosa, onde desembarcamos nas melhores caldeiradas do país de pesca lagunar, pratos preparados, desde tempos imemoriais pelos pescadores e que se tornaram ícones gastronómicos, como é o caso da caldeirada de enguias. De 27 a 1 de Dezembro, o destaque será paras as espécies piscícolas da Ria de Aveiro, onde os espaços de restauração prepararam menus específicos para a festival, tendo como referencial os pratos de peixe e, de um modo especial, as caldeiradas.
O programa propõe algumas atividades complementares às degustações nos restaurantes, com visitas guiadas à Estação Litoral da Aguda, em busca dos segredos da Enguia e a COMUR-Museu Municipal.

 

Depois de Peniche e de Ílhavo, será a vez da Murtosa receber, de 27 de novembro a 1 de dezembro, a segunda edição Festival Gastronomia de Bordo, uma iniciativa que exalta os sabores e os saberes que têm a sua génese nos pratos preparados, desde tempos imemoriais pelos nossos pescadores e que se tornaram ícones gastronómicos.

A génese das deliciosas caldeiradas Murtoseiras, sendo “a de enguias” a mais emblemática, está precisamente nos pescadores da Ria de Aveiro e nos seus peculiares hábitos de pesca, que atestam bem a dureza do trabalho de outrora.

A pesca lagunar do chinchorro, em particular na freguesia da Torreira, tinha a singularidade de se desenvolver em jornadas de 24 horas consecutivas, com lanços sucessivos de dia e de noite. A dura safra era entrecortada pelas pausas para as refeições, sempre em função da maré.

O jantar consistia, as mais das vezes, de uma caldeirada simples, cozinhada na borda de água, pelos próprios pescadores, com peixes resultantes da safra, normalmente aqueles com menor valor económico, acompanhados de batatas, obtidas, junto dos lavradores, por troca de algum do pescado.

Cada elemento comia, impreterivelmente, o peixe e as batatas que estavam do seu lado da bacia. Caso verificasse alguma “injustiça” no quinhão de cada um, o arrais, com o seu pau de bico, procedia à redistribuição da comida na bacia.

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

 

 

 

 

Eventos


loading...