Um olhar sobre o mundo Português

ptenfrdees

 

                                                                           

h facebook h twitter h pinterest

Só eu escapei de Caryl Churchill

Escrito por  Mafalda Simões ft direitos reservados

 

Com encenação de João Lourenço, com as actrizes Catarina Avelar, Lídia Franco, Márcia Breia e Maria Emília Correia, na sequência das medidas de combate à pandemia o Teatro Aberto disponibiliza a partir do dia 26 de Janeiro uma mini-série de 4 episódios em vídeo e em podcast com realização de João Lourenço e Nuno Neves.
As conversas, com Catarina Avelar, Lídia Franco, Márcia Breia e Maria Emília Correia, serão conduzidas pelo jornalista Tiago Palma.

 

Calendarização de lançamentos - Youtube, Facebook e Spotify:
https://youtu.be/n7wiggH97uQ
https://open.spotify.com/episode/6BhmKc4CXX6bugUqNkOlON?si=6qBpFBXmS7mCr7XBQjsA4g
- 26/01 – Conversa com Maria Emília Correia;
- 02/02 – Conversa com Catarina Avelar;
- 09/02 – Conversa com Márcia Breia;
- 16/02 – Conversa com Lídia Franco.

O espectáculo "Só Eu Escapei" regressará logo que seja possível ao palco do Teatro Aberto, mas, até lá, os espectadores vão poder conhecer melhor cada uma das actrizes que interpretam as quatro personagens desta peça. Os 4 episódios estrearão em simultâneo no Youtube, no Facebook e no Spotify.Queremos que os espectadores se mantenham em segurança neste tempo de recolhimento. Acreditamos que a cultura é essencial para o ser humano. Estamos juntos no esforço colectivo de combate à pandemia. Um texto estranhamente profético do estado do mundo nestes nossos tão estranhos dias, abordando questões climáticas e as consequências devastadoras.

Sinopse

Quatro mulheres encontram-se no jardim de uma casa a conversar. Conversam sobre o quotidiano, a família, os empregos que tiveram, as mudanças que foram ocorrendo no lugar onde vivem e, também, sobre os seus desejos e medos mais profundos. A placidez dos dias no jardim é entrecortada por visões apocalípticas do futuro do planeta e da humanidade. Como será a vida na terra, assolada pelo fogo, o degelo, a seca, a fome e os desvarios de uma evolução que perdeu de vista a dimensão humana, a preservação das espécies e a beleza da natureza?

Com um olhar atento aos pequenos momentos do dia-a-dia assim como às grandes questões da vida em sociedade, a conceituada autora britânica Caryl Churchill, de quem o Teatro Aberto apresentou Top Girls, em 1993 e Amor e informação, em 2014, propõe em “Só eu escapei” uma reflexão sobre o estado do mundo à escala global. Lançando um aviso dos perigos das catástrofes recorrentes, lembra que é tempo de mudar modos de ver e agir para que a terra permaneça habitável.

FICHA ARTÍSTICA

Versão João Lourenço | Vera San Payo de Lemos
Dramaturgia Vera San Payo de Lemos
Encenação e cenário João Lourenço
Figurinos Ana Paula Rocha
Vídeo João Lourenço | Temper Creative Agency
Com Catarina Avelar | Lídia Franco | Márcia Breia | Maria Emília Correia

 

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

Eventos