A Look at the Portuguese World

ptenfrdees

 

h facebook h twitter h pinterest

Filmes curtos para dias longos

Written by  Daniel Ribas ft diretos reservados

Filmes curtos para dias longos, é uma proposta da agência de curta-metragem (ACM) para todos que estamos em casa, numa quarentena sem fim à vista.

A ACM abre a sua janela virtual, oferecendo a visualização gratuita de algumas curtas-metragens do seu catálogo. O cinema é uma janela para a nossa vida em comunidade. Tentemos, por isso, viver juntos este momento. Vendo filmes portugueses.

De dois em dois dias,  iremos disponibilizar gratuitamente curtas-metragens de diferentes realizadores. Para estar a par das novidades, acompanhe-nos nas nossas redes sociais e site.

"O Que Arde Cura"
João Rui Guerra da Mata
No dia 25 de agosto de 1988, Lisboa viveu um dos seus piores momentos coletivos, quando todo o quarteirão do Chiado ardeu. Foi um acontecimento trágico, que ficou no imaginário de todos os portugueses. Em O Que Arde Cura, João Rui Guerra da Mata encena, de novo, esse dia, a partir de uma conversa telefónica entre dois ex-amantes. Filmado em estúdio, o filme ensaia uma coreografia dos corpos, dos objetos e das imagens do fogo, construindo uma espécie de relicário desse momento febril do final dos anos 80. O protagonista – imerso na sua solidão pós-aniversário – deambula pela casa, ao telefone, tentando convencer a pessoa que está do outro lado da linha. Tudo acabou – as festas, o Chiado, o amor. Mas qualquer coisa de novo parece surgir: um futuro, qualquer que ele seja. "As cinzas servem como adubo", diz ele. Porque o que arde cura.

 

"Maria do Mar"
João Rosas
Desde 2012, com Entrecampos, João Rosas leva a cabo um projeto de cinema e de vida: acompanhar o crescimento dos seus (muito jovens) atores, num mundo de desafios sentimentais. Com Francisca Alarcão e Francisco Melo (atores), Rosas inventou as personagens de Mariana e Nicolau, e com eles faz histórias simples sobre o quotidiano. Em Maria do Mar, seguimos Nicolau, agora adolescente, e o despertar sexual, num fim-de-semana de descanso junto à praia. Imerso num grupo de jovem adultos, Nicolau absorve as contradições sensíveis desse grupo e da presença de Maria do Mar, uma enigmática rapariga que é objeto de desejo de todos os homens. No seu tom descomprometido e humano – Rosas é o nosso Rohmer – o cineasta constrói um filme descomplicado, cheio de diálogos deliciosos, procurando uma bonita educação sentimental.

 

https://vimeo.com/showcase/short-films-for-long-days

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

 

 

 

 

Eventos


loading...