A Look at the Portuguese World

ptenfrdees

 

h facebook h twitter h pinterest

Highlights of this edition

  • I8º festival pé na terra

    8º festival pé na terra

    Festival Pé na Terra decorre de 13 a 16 de Junho na Fuseta, no Algarve. A 8 ª Edição tem com convidada especial, Mart'nália. Vénus é o planeta do amor e da feminilidade, o segundo planeta do sistema solar, e o mais próximo da Terra. É uma ode à deusa romana do amor e da beleza. Depois da Lua é o objeto mais brilhante do ...Readmore

  • IGolpada de dea loher

    Golpada de dea loher

      A nova produção do Teatro Aberto, em Lisboa, vai estrear a 14 de Junho, Golpada, de Dea Loher, com encenação de João Lourenço. Considerada uma das vozes mais inventivas e poéticas da nova dramaturgia europeia, como comprovam os muitos prémios que têm distinguido a sua obra, Dea Loher escolhe para as suas peças hist&oacut...Readmore

  • IO infinito do azulejo português

    O infinito do azulejo português

      Rosário Salema de Carvalho é investigadora e coordenadora do projecto AZ infnitum, um guia de inventário sobre o património dos azulejos portugueses em constante atualização. Uma plataforma digital que permite registar e confrontar dados relativos a imóveis, espaços, revestimentos, autorias, referências bibliográficas e d...Readmore

Teatro Baltazar Dias- programa junho

Rede Eunice traz Frei Luis de Sousa de Almeida Garrett

Estreou em março no Teatro Nacional D. Maria II, Lisboa, e sobe ao palco do Teatro Baltazar Dias, no próximo dia 15 de junho, o clássico de Almeida Garrett Frei Luís de Sousa, numa encenação de Miguel Loureiro que se foca no texto e na história de amor que não dá certo.
É uma obra canónica do teatro português e conta com o elenco de Álvaro Correia, Ângelo Torres, Carolina Amaral, João Grosso, Maria Duarte e Tónan Quito e figurinos de José António Tenente, inspirados na pintura quinhentista e seiscentista.
Frei Luís de Sousa, recorde-se, é um drama que acompanha Manuel de Sousa Coutinho e a mulher com quem casou, D. Madalena de Vilhena, e teve uma filha, depois da suposta morte de D. João de Portugal em Alcácer-Quibir ter enviuvado D. Madalena. Ora o regresso de D. João, passados 20 ano de cativeiro, nas vestes de um romeiro, há-de “condenar” Manuel e Madalena a uma vida religiosa, entregando as suas vidas a Deus para expiar o pecado em que viveram, e Maria à morte.
“Este é um monumento da língua portuguesa que deve estar disponível de tempos em tempos para ser visitado pelo público” afirma o encenador.
A encenação de Loureiro apresenta uma tragédia intemporal, mas, ao contrário do original, é pautada pelo comedimento e contenção no que diz respeito às emoções ou às lamúrias das personagens. O encenador afirmou que a intenção foi seguir “pela zona de um certo gótico, de uma certa sombra, se uma certa névoa”, sem, no entanto, “trair o espirito do texto original, das fábulas e das fantasmagorias que contém”.

" id="__mce_tmp">

 

 

Exposição (da pura visualidade) ou da pintura aumentada de Carlos Valente inaugura dia 14 de junho

No seguimento do ciclo de exposições temporárias do Museu Henrique e Francisco Franco, que procuram dinamizar um espaço cultural de grande relevância para a memória cultural do modernismo português, inaugura esta sexta-feira, dia 14 de junho às 18h a exposição (da pura visualidade) ou da pintura aumentada do artista Carlos Valente.
Segundo o artista, o projeto expositivo consiste na releitura estética da pintura de Henrique Franco, através das teorias da visualidade pura de Riegl e Wolfflin, mediante o uso do vídeo e da fotografia. Trata-se de concentrar o olhar no pormenor e no fragmento, para destacar elementos plástico-formais que considero exemplares para pensar a técnica, o estilo e as opções temáticas do pintor.
A exposição será de entrada gratuita e visitável entre as 9h30 e as 18h de segunda a sexta-feira até o dia 18 de julho.

FaLang translation system by Faboba
    •   A nova produção do Teatro Aberto, em Lisboa, vai estrear a 14 de Junho, Golpada, de Dea Loher, com encenação de João Lourenço. Considerada…
    •   O Festival MED (FestMed’19) vai ter lugar nos dias 27, 28, 29 e 30 de junho, na Zona Histórica da cidade de Loulé. Por…
    • Duas décadas depois da assinatura da Declaração de Bolonha, a Universidade de Aveiro (UA) recebe uma conferência nacional de reflexão e debate sobre a implementação…
      •   Rosário Salema de Carvalho é investigadora e coordenadora do projecto AZ infnitum, um guia de inventário sobre o património dos azulejos portugueses em constante…
      • Um estudo levado a cabo pela Universidade de Aveiro (UA), liderado por Henrique Queiroga e João Serôdio propõe o limite de 550 visitas diárias para…

Podcast

 

 

 

 

Eventos


loading...