A Look at the Portuguese World

ptenfrdees

 

h facebook h twitter h pinterest

Marolas ílhavo oferece muita música e comédia

Written by  Miguel Araújo fts direitos reservados

 

De 13 a 28 de julho, as Praias da Barra e da Costa Nova e o Jardim Oudinot voltam a receber mais uma edição do Marolas, um dos especiais momentos de verão promovidos pela Câmara Municipal de Ílhavo.

Durante 16 dias, o “Marolas Ílhavo” 2019 irá proporcionar muita animação e diversão, nomeadamente através de concertos gratuitos, tendo como cabeças de cartaz Carolina Deslandes e Amor Electro. No dia da abertura do Marolas, sábado, 13 de julho, pelas 22h00, o Cais Criativo, na Costa Nova, vai receber os Lazy Eye Society.

Os Lazy Eye Society distinguem-se pelo estilo alternativo influenciado pelas correntes intempestivas que vão desde o rock alternativo ao hard rock, passando pelo grunge. Recuperam a nostalgia dos anos 90 e procuram fazer renascer o gosto dos grandes públicos pelo rock alternativo.
Em 2019, a banca apresenta o novo álbum, “The Tales of The Brave Monkey”. Com gravação, mistura e masterização de Makoto Yagyu (Paus, Riding Pânico), Fábio Jevelim (Paus, Riding Pânico) e Pedro Ferreira (Quelle Dead Gazelle), a banda formada em Coimbra procura trazer as sonoridades rock e stoner para os tempos do indie.
No dia seguinte, domingo, 14 de julho, também às 22h00 mas no Navio-Museu Santo André, no Jardim Oudinot , na Gafanha da Nazaré, os bracarenses We Find You apresentam um concerto intimista no Porão do Navio-Museu.


We Find You é um projeto criado em Braga, por David Dias (voz) e Miguel Faria (guitarra e coros) que, apesar da formação clássica, aproximam-se de uma sonoridade folk anglo-saxónica, com linhas melódicas simples influenciadas pelos Radiohead, Coldplay, Ray Lamontagne, Patrick Watson ou Matt Corby. O concerto convida a uma viagem por diversos estados de espírito, no qual tocam temas originais, bem como algumas versões de temas pertencentes a vozes femininas.
Quarta-feira, 17 de julho, marca o regresso ao Cais Criativo Costa Nova, com a presença da banda ilhavense, Vulto.
Fundada nos anos 90, com base no rock e nos blues, a banda foi fortemente influenciada pelo som e correntes musicais emergentes daquela década, assumindo um estilo que resulta da combinação de melodias vibrantes, duras, incisivas e de ritmo bem marcado. Após um período de pausa, os Vulto decidiram dar continuidade ao projeto, incorporando novos elementos. À sua génese musical acrescentaram novos temas e “o vulto caminha”, novamente.
Cumprida a primeira metade do “Marolas Ílhavo 2019”, o fim de semana, 20 e 21 de julho, volta a apresentar mais duas interessantes propostas musicais no feminino, ambas às 22h00, no Navio-Museu Santo André.


No sábado, as cordas e a voz de Bárbara Tinoco vão ecoar pelo porão.
A cantora e compositora de 20 anos, nascida em Lisboa, é autodidata na guitarra e no canto, estuda Ciências Musicais na Faculdade Nova de Ciências Socias e Humanas. No ano passado, deu que falar na sua muito breve passagem pela fase de casting do programa “The Voice Portugal”, onde, embora não tendo sido selecionada, teve a oportunidade de mostrar um tema original. É esse tema, “Antes Dela Dizer Que Sim”, que lançou este ano como o seu single de estreia.

No domingo, mais uma voz feminina no Navio-Museu, habituada a palcos dos grandes festivais e a trabalhos em parceria com grandes nomes da música portuguesa, Via.
Elvira Brito e Faro, ou Via, como todos lhe chamam, desde cedo começou a escrever e a compor os seus temas mas, assumidamente reservada, só mais tarde decidiu mostrá-los. Entretanto, enriqueceu a sua formação musical e tornou-se autodidata na guitarra e no ukelele, o que lhe deu bagagem para em 2014 iniciar o projeto Via com mais três elementos. Ao concorrer ao EDP Live Bands, entre mais de 300 bandas, conseguiu chegar à final, dando, assim, o pontapé de saída de um percurso que promete dar que falar na música portuguesa.
Enquanto se encontra a trabalhar no seu álbum de estreia, já lançou alguns singles de avanço: “Não Te Mereço”; “Feita de Ferro”; “Eu Não”, em dueto com Tiago Nacarato; e “Já Não Sei Quem Sou”, em dueto com Miguel Araújo.

O último dos concertos mais intimistas acontece no dia 24 de julho, quarta-feira, com a presença de Freddy Strings & The Groovefellas, às 22h00, no Cais Criativo, na Costa Nova.
Desde 2012, Freddy Strings juntou a voz à guitarra num projeto dedicado aos seus artistas de eleição, em formato de covers. Passados alguns anos, dá início à escrita e composição de canções próprias e procura encontrar parceiros para a sua jornada. Pouco a pouco, a sorte dos caminhos veio trazendo os elementos que hoje formam o grupo “Freddy Strings and The GrooveFellas “, num projeto de originais que traz um ar fresco e descontraído na música que quer dar ao público, não se fixando em estilos específicos.

Depois de divulgados os dois grandes concertos agendados para os últimos dias, Carolina Deslandes, no dia 26 de julho, 22h00, no Largo do Farol e Amor Electro no dia 28 de julho, 22h00, na Costa Nova.
A programação musical conta ainda com uma grande After Party, dia 27 de julho, às 23h00, na Costa Nova, com a eletrizante DJ Sara Santini.
As suas peculiares performances e capacidades técnicas têm-lhe permitido abrir fronteiras e apresentar a sua música por todo o mundo, cativando instantaneamente qualquer pista de dança. Habituada a grandes e exigentes públicos, a DJ já partilhou cabine com os mais renomados artistas do momento, como Dj Snake, Armin Van Buuren, Axwell & Ingrosso, Don Diablo, Alan Walker, Bassjackers, Laidback Luke, Kura, Salvatore Ganacci, Vini Vici, Black Coffee,Krewella, Juicy M, entre outros.

Todos os concertos têm entrada gratuita.

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

 

 

 

 

Eventos


loading...