A Look at the Portuguese World

ptenfrdees

 

h facebook h twitter h pinterest

Plasticus por um oceano limpo

Written by  Ana Abrantes fts direitos reservados

 

A RUGAS, uma associação cultural, a partir de um personagem de um livro de Rute Sousa, Takumi, criou o espectáculo Plasticus para promover sensibilização ambiental por um oceano livre de Plástico. Com estreia no dia 14 de Março, com entrada livre, pelas 16.00h no Centro Cultural Olga Cadaval, no Auditório Acácio Barreiros.

O Plástico está a invadir o nosso planeta.
O que podemos fazer para evitar o excesso de lixo plástico ?
Que futuro queremos deixar às futuras gerações?

Estas são perguntas que a companhia se colocou para dar forma e vida a esta criação artística, dirigida à infância e famílias, que reflete sobre essa entidade que está por todo o lado e se reproduz a uma velocidade muito maior que qualquer ser vivo.
Uma "conferência" em forma de jogo teatral vai levar o público a uma reflexão mais atenta e além do problema, é lançado o desafio de propor recomendações de ações que todos podemos fazer por um planeta sem plástico.

 

Dois cientistas-especialistas, não sabem bem o que estão ali a fazer. Pensam que estão numa conferência sobre astronomia e gastronomia, até se aperceberem que não é esse o assunto da conferência.
Com recurso ao teatro, à contação de histórias, manipulação de objetos e marionetas, e, acima de tudo a uma personagem muito importante, Takumi, vão conseguir pensar e falar sobre este assunto e terminar esta conferência, porque o assunto... Sobre esse, ainda há muito a fazer...

Ficha técnica e artística
Coordenação de Projeto: Patrícia Cairrão
Texto: a partir de Takumi de Rute Sousa
Direção e Criação: Ricardo G. Santos
Interpretação: Niza Eliziário | Nuno Moniz
Cenografia | Figurinos: RUGAS
Criação de Adereços: Nisa Eliziário
Sonoridades: Nuno Moniz
Produção: RUGAS
Apoios: Câmara Municipal de Sintra, Associação Depois

Sobre a RUGAS
É uma estrutura cultural fundada em 2015, com sede no concelho de Sintra.
O seu caminho medeia-se entre a pesquisa, reflexão, diálogo, participação e relação com o mundo atual.
Viaja pela criação performativa multidisciplinar em que a formulação artística e intervenção social se desenvolvem individualmente, ou contaminam e harmonizam.
Desde a sua fundação, a RUGAS conta com várias coproduções e criações para público em geral; para a infância e famílias.
No âmbito das práticas artísticas comunitárias tem vindo a desenvolver projetos inter-e-multigeracionais, com intervenientes profissionais e não profissionais, desde a infância a comunidades seniores.
Na sua ótica de trabalho em rede e multiplicidade de públicos, tem desenvolvido parcerias com as Câmaras Municipais de Seixal, Elvas, Oeiras, Sintra, Alto Comissariado para as Migrações, e coproduções com vários coletivos de teatro nacionais e internacionais.

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

 

 

 

 

Eventos


loading...