A Look at the Portuguese World

ptenfrdees

 

h facebook h twitter h pinterest

Este ano salve uma ave marinha

Written by 

Entre os próximos dias 15 de outubro e 22 de novembro, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) promove mais uma edição da campanha “Salve uma Ave Marinha” na Ilha da Madeira e em Porto Santo.


A campanha, iniciada em 2009, conta com a colaboração de diversos voluntários que tentam salvar o máximo número possível de aves cada ano. A poluição luminosa é uma ameaça para as aves marinhas, em especial na época em que os juvenis abandonam os ninhos. Nesta altura é frequente encontrarmos muitas cagarras (Calonectris borealis) encandeadas, o que coincide com a saída dos juvenis dos ninhos. Esta espécie de ave é a mais afetada pela iluminação e também de mais fácil deteção. Estas aves, atraídas pelas luzes, colidem com edifícios, linhas elétricas e veículos, necessitando de colaboração para voltarem ao seu meio natural,o mar.

A campanha “Salve uma Ave Marinha” teve início em 2009 e ao longo dos últimos anos tem vindo a desenvolver diversas ações de divulgação em todos os concelhos da região, sensibilizando a população para a problemática da iluminação publica na conservação de aves marinhas nidificantes. Além destas atividades com a população, as utarquias estão a receber informação detalhada acerca dos pontos sensíveis em cada um dos municípios, no sentido de minimizar o encandeamento de juvenis e realizar algumas mudanças na iluminação pública. Igualmente, a campanha tem estado presente em eventos como a “Hora do Planeta” e foi finalista nos “ GREEN PROJECT  WARDS" Portugal.

Cada cagarra resgatada afetada pela poluição luminosa, prestes a ser libertada. Desde o início da campanha, as equipas de voluntários envolvidas, conjuntamente com outras entidades que se movem pelos mesmos interesses, salvaram mais de 1000 aves, sobretudo desta espécie. Em 2015, esperamos envolver ainda mais voluntários e salvar mais aves .

De acordo com Cátia Gouveia, “a nossa intervenção é crucial para a redução do impacte da iluminação pública sobre as aves marinhas”. Segundo a coordenadora da campanha, “além das patrulhas para recolha de aves, a sensibilização do público para a temática da poluição luminosa constitui a garantia de uma conservação a longo prazo para as aves marinhas da região”.

A SPEA é uma Organização Não Governamental de Ambiente que trabalha para a conservação das aves e dos seus habitats em Portugal. Faz parte da BirdLife International, uma aliança de organizações de conservação da natureza em mais de 100 países, considerada uma das autoridades mundiais no estudo das aves, dos seus habitats e nos problemas que os afetam. |

www.spea.pt

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

 

 

 

 

Eventos