A Look at the Portuguese World

ptenfrdees

 

h facebook h twitter h pinterest

Cáritas coimbra não fará peditório nacional

Written by 

A Direção da Cáritas Diocesana de Coimbra, deu a conhecer a sua tomada de posição no que diz respeito ao Peditório Público Cáritas 2020. Na conferência de imprensa que se se realizou na sua sede no Areeiro, Pe. Luís Costa, Presidente da Cáritas Diocesana de Coimbra agradeceu a disponibilidade de todos para participarem nesta ação.

Enquadrados, este ano, pelo tema: Cáritas é Amor, a Cáritas Diocesana de Coimbra, representada pelos seus colaboradores e voluntários, projetava sair à rua para recolher donativos para uma causa concreta e nobre, tal como em anos passados.

Este ano, o resultado do peditório, como foi já divulgado pela instituição anteriormente, será para a criação de um BANCO DE AJUDAS TÉCNICAS para situações de emergência, que possibilite a cedência temporária, gratuita, a pessoas mais velhas ou com demência que delas necessitem no âmbito do seu domicílio.

Com a implementação do Banco de Ajudas Técnicas, pretende-se dar resposta a necessidades de:

COMODIDADE (camas, colchões e cadeiras de banho);
MOBILIDADE (cadeiras de rodas e andarilhos);
APOIO AOS CUIDADORES (cintas e coletes).

O Banco de Ajudas Técnicas irá também contemplar um ponto de recolha de ajudas técnicas usadas, que possam ser partilhadas com outras pessoas.

A articulação entre a disponibilidade de ajudas técnicas e as diferentes necessidades da comunidade será feita pelo Centro de Apoio Social (CAS) da Cáritas de Coimbra.

No entanto, face ao desenvolvimento do surto do COVID-19 no nosso País, a Direção da Cáritas Diocesana de Coimbra decidiu cancelar o peditório. Atendendo a que a situação de contágio está em alerta elevado; que a ação do peditório teria de acontecer em espaços de elevado fluxo de pessoas e alguns em espaços fechados e envolve um contacto direto com as pessoas e com dinheiro; e considerando ainda as recomendações das autoridades públicas no sentido da “suspensão de eventos ou iniciativas públicas, realizados quer em locais fechados, quer em locais abertos ao público”; a Direção da Cáritas Diocesana de Coimbra comunicou que não irá expor os voluntários, principalmente crianças, jovens e idosos, assim como os colaboradores, que sempre estão com a organização, a uma situação de risco de contágio ou à possibilidade de contagiar outras pessoas.

A Direção da Cáritas de Coimbra, associando-se ao esforço que todo o País está a ser chamado a fazer, considera que esta tomada de posição concorre para a prevenção do surto e consequente contenção na região de Coimbra. A organização tem confiança de que esta ação, pelo bem que representa para os seus concidadãos, venha a realizar-se no futuro e, se tal vier a acontecer, conta com a participação e envolvimento de toda a comunidade.

 

 

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

FaLang translation system by Faboba

Podcast

 

 

 

 

Eventos


loading...